BEM VINDO AO BLOG. DEIXE SUA MENSAGEM, SEU COMENTÁRIO, SUA OPINIÃO. Contato: jantoniounai@gmail.com tel: (38) 9905-1355, (34) 9273-9722 ou pelo campo "fale comigo" nesta página



quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Como provar que a vaquinha existe?



“Primeiro temos que morrer para depois irmos para o céu.” Essa é uma frase utilizada por um velho conhecido nosso para “convencer” seus aliados a doar parte de seus salários para futuras campanhas políticas.   O significado da frase: “ primeiro temos que morrer”. A cambada tem que ceder compulsoriamente parte dos salários que ganham como cargos de confiança e gratificados para um caixa. E esse dinheiro será usado nas campanhas eleitorais para eleger a malta. “para depois irmos para o céu”. Depois de eleitos é vida mansa e salários garantidos por pelo menos mais quatro anos para os doadores.

Sobre vários prismas esse crime eleitoral é revoltante. Mas não é só um crime eleitoral, é roubo de dinheiro público para dar mordomias para a turma.  Roubo porque, se essas pessoas têm que entregar parte de seus salários para a pessoa física do empregador é porque eles não merecem ganhar a totalidade do que ganham. Estão ganhando a mais para entregar parte do dinheiro. 
Nós contribuintes estamos pagando para essa súcia fazer campanha e ganhar eleições e continuar gastando nosso dinheiro com eles mesmos.  Se um cidadão pactua com esse crime e dá partes de seus salários para isso, é porque ele é um pulha, e quando ganharem as eleições ele não vai trabalhar para o povo para honrar seus salários. Vai  sentir que o sacrifício já foi feito, agora é só “oba oba” o céu!
O pior é que toda a pessoa que se interesse um pouco por política em nossa cidade sabe que isso acontece e que isso é tido como coisa normal e até justa entre os integrantes daquele bando!
Mas ao que tudo indica o nervo agora vai ficar exposto, e muita gente vai ter que mentir na justiça se quiser continuar escondendo essa prática.  O Ministério Público está investigando o caso e parece que não está pra brincadeira! Então eu convido as pessoas que possam contribuir em alguma coisa no processo que procure o MP e ajude.  Acho que é o mínimo que nós, cidadãos de bem, devemos fazer!  Vejo aqui muita gente reclamando da inércia do MP. Agora ele está agindo. É hora de fazermos nossa parte!  Sei que tem um monte de gente que sabe muita coisa. É hora de falar.
Eu vou!
É isso

11 comentários:

  1. Se provarem a existência da vaquinha, com certeza ela vai pro brejo!! Será???? O MP também está investigando as estradas dentro de fazendas arrumadas a troco de voto, a quantidade doida de cargos de confiança! É impossivel que não encontrem nada!

    ResponderExcluir
  2. É papel do MP investigar e verificar todas as denúncias. O engraçado é que o povo acha que quando elege o candidato deve reverenciá-lo....Gente, ele é um empregado! Graças ao seu voto! O povo é o patrão ! Quando o empregado não trabalha direito o que ocorre? Advertência, primeiro verbal se não funcionar... escrita, depois como queiram.... suspensão ou demite. O candidato eleito tem que ser fiscalizado pelo POVO....verificar se tudo o que foi prometido na campanha (o perfil do ´empregado´) se enquandra na cidade ( ´a pequena empresa do povo´).
    Claro que não devemos deixar a educação de lado...somos educados o suficiente para cobrarmos com educação...Caso contrário vamos ao MINISTÉRIO PÚBLICO!!!
    Gente!!! O eleito não pode ser visto como um coitado...as pessoas pensam ´nossa ele merece´, ´todo mundo faz, deixa quieto...não vai dar em nada mesmo´
    É por essas e outras que as pessoas vivem na miséria, sem instrução, sem prespectiva de vida, sem FELICIDADE e principalmete sem SAÚDE.
    Rezem e Orem para que DEUS nos dê direcionamento e sabedoria na hora de VOTAR. O VOTO É SECRETO! APRENDAM A VOTAR! E QUE VOCÊS SEJAM MUITO FELIZES!
    (ASS: A LEITORA)

    ResponderExcluir
  3. Prefeito faz Projeto querendo dinheiro para comprar "máquinas" e não é aprovado, ai fica bravinho, mas gasta quase MEIO MILHÃO DE REAIS com publicidade. É brincadeira.

    ResponderExcluir
  4. Essa história de vaquinha é uma faca de dois gumes. Primeiro ponto: Filiados a partidos políticos doam parte de seus salários para o partido, isso está no estatuto e é do conhecimento da Justiça eleitoral, ou seja, é legal. Então esses carnês erão contribuição para o partido ou vaquinha de campanha? Temos que ter cuidado com denúncias vãs e que não vão dar em nada.

    ResponderExcluir
  5. José Gomes Branquinho22 de outubro de 2011 07:53

    Opa!!! Pessoal, foi eu quem fez o último comentário e esqueci de assinar! tá aí minha assinatura: José Gomes Branquinho.

    ResponderExcluir
  6. E assim vamos conforme a música:
    http://letras.terra.com.br/jessie-j/1777864/#traducao

    “Parece que todo mundo tem um preço
    Eu me pergunto como eles dormem durante a noite
    Quando a venda vem em primeiro lugar
    E a verdade vem em segundo lugar
    Apenas pare por um minuto e Sorria

    Por que todos estão tão sérios?
    Agindo por baixo dos panos
    Você tem ambição no olhar
    E seus saltos são tão altos
    Que você não pode nem ter um bom Momento

    Todo mundo olha para a esquerda deles (sim)
    Todo mundo olha para a direita deles (ha)
    Você pode sentir isso (yeah)
    Bem, pague-os com amor esta noite

    Refrão:
    Não é sobre o dinheiro, dinheiro, dinheiro
    Nós não precisamos de seu dinheiro, dinheiro, dinheiro
    Nós apenas queremos fazer o mundo dançar
    Esqueça o preço......”
    (ASS: A LEITORA)

    ResponderExcluir
  7. Branquinho, fazer propostas para pessoas irem para o lado do governo tbm � legal,so n�o � legal pessoas fracas se venderem pra voces como o caso de alguns coitados.Mas a sua hora vai chegar seu perseguidor,Unai merece mais respeito por parte de seus administrdores,vcs acabaram com a nossa cidade.Podem jogar pixe nas ruas,asfaltar becos gastarem fortunas com tv,radio ainda assim o povo de unai nao te elege.(UNAI MERECE DIAS MELHORES)

    ResponderExcluir
  8. Senhor Branquinho pelo que eu saiba as contribuições partidárias são feitas pelos filiados e para os que ocupam cargos comissionados ou vereadores ou outro cargo, mas nesse caso é crime, porque estão retirando uma porcentagem para contribuir com sua campanha. E isso não é crime???

    ResponderExcluir
  9. O Senhor Branquinho é apenas mais um FDP em uma mar de FDPs que se trassformou Unai! Estou em Unai este FDS (topei com o Zé que tambem está) e sinto minha linda cidade carregada! Não consigo esquecer o que o Zé Maria fez! carrega o clima! talves uma punhalada seria menos grave!! Vai se ferrar Zé Maria! mecheu com sonhos e sentimentos das pessoas, levou gente para uma greve, uma luta inglória! apenas pela paixão e sonho de que valia a pena lutar! depois se vende pro opressosr! não merecemos voce!! ninguem merece vc e esse RRodrigues!!

    ResponderExcluir
  10. Zé, isso me recorda o ano de 2006, em que o Pisca chantageava e fazia terrorismo com todos os cargos de confiança para doarem parte do salário para campanha do Alcides candidato a Deputado Estadual. Ele fazia isso não diretamente, mas mandando recado através de puxas sacos. Eu mesmo fui ameaçado de exoneração por várias vezes por não haver contribuído com essa "caixinha" me recusei a fazer parte desse jogo. O pior de tudo que todos sabem que existe eu sou prova testemunhal dessa situação, no entanto não há nenhum documento ou carnê que comprove.

    grande abraço a todos,

    Carlos Baromeu

    ResponderExcluir
  11. Mudeus Duxeu, cadê o povo solidário de Unaí? Vocês gostavam tanto desses dois e agora tão aí metendo o pau. Valha-me Santinha do pau oco! Não entendo mais nada. O mesmo povo de vangloriou esses criminosos agora estão aí pagando o preço. Toma cambada de xucros vê se agora aprendem a votar. Agora estão vendo que os grãos de feijão do REI de vocês não respinga em ninguém. Toma Destraídos!!!

    ResponderExcluir